Blog

Bege e azul dão o tom de todas as peças deste apartamento, desde o living até os três quartos

Projeto de interiores da arquiteta Anne Báril tinha a premissa de ser “usável”

Um elenco de materiais nobres protagoniza a decoração das áreas social e íntima deste apartamento de 300 metros quadrados, no bairro Bela Vista, em Porto Alegre. Quem assina o projeto é a arquiteta Anne Báril, do escritório profissional que leva o seu nome.

Entre os pedidos do casal de moradores com dois filhos adolescentes, o principal era o imóvel ser realmente usável, com áreas integradas e toques de cor. Para dar forma ao briefing, a arquiteta precisou modificar a planta original, alterando os locais onde ficavam o lavabo e a lareira. Em seguida, definiu os matizes.

– A morada é muito iluminada, e essa característica permitiu que escolhêssemos tons marcantes como o azul e o marrom para a decoração sem sobrecarregar os ambientes – explica Anne.

As cores escolhidas aparecem dispostas no mobiliário, nas paredes, em tecido e papel, além dos tapetes e ornamentos.

– O equilíbrio do visual fica por conta do forro de gesso branco e do porcelanato polido em tom claro, que utilizamos no piso – observa a arquiteta.

Anne conta que a residência anterior dos proprietários tinha elementos rústicos na decoração – detalhes que precisavam ser mantidos de alguma forma no novo projeto. A profissional, então, criou molduras de madeira para as janelas do living e combinou com materiais sofisticados, como o vidro bisotado que reveste o painel da TV e o mármore da boca da lareira.

No mesmo ambiente, brincou com as cores do projeto, intercalando móveis e tapetes com detalhes em azul, bege e marrom. A cadeira Egg vermelha é o contraste principal do espaço.

–  O tecido do sofá com listras azuis foi escolhido para fazer uma composição com o papel de parede com estampa oriental envelhecida. A proposta confere unidade à decoração – acrescenta Anne.

O mix de cores se entende para o jantar, onde os tons aparecem intercalados por listras no estofado das cadeiras, no tapete persa e no painel de madeira que divide o ambiente do espaço da churrasqueira. Na outra parede, espelhos foram usados como recurso de sofisticação, assim como o lustre com cristais sobre a mesa de oito lugares.

Dormitórios também seguem a mesma proposta cromática

Para o dormitório principal do apartamento, na suíte do casal, a arquiteta investiu em um tecido azul-claro que colore com suavidade a parede atrás da cama. As portas de espelho nas laterais ampliam os espaços e mimetizam as portas que levam ao closet e aos banheiros individuais.

No quarto ao lado, onde o espaço é reservado à filha adolescente, o azul-turquesa das paredes entrega que a menina sabe o que quer. Além da tonalidade, a jovem escreveu as frases que foram impressas em MDF recortado para ornamentar as paredes e ainda opinou nos demais detalhes do projeto.

Já no dormitório do rapaz, as listras com azul surgem de novo, em outra composição.

Fonte: Casa&Cia