Blog

SP negocia reajuste no pedágio abaixo da inflação

Governo paulista negociou reajuste e conseguiu aumento com índice médio de 5,29%, abaixo da inflação. Este é o primeiro reajuste dos pedágios paulistas em 24 meses. Em 2013, governador decidiu manter os preços das tarifas mediante pressão popular

Os pedágios de todas as praças de cobranças das rodovias estaduais em São Paulo estão, em média, 5,29% a partir de hoje, terça-feira, 1º de julho de 2014. O reajuste foi autorizado pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e faz parte dos contratos de concessões rodoviárias firmados no Estado.

Segundo a Artesp, as negociações do governo paulista culminaram em um reajuste abaixo da inflação. Na prática, o pagamento dos pedágios nas praças fica, a partir de hoje, de zero a 8,57% mais caro, dependendo do reajuste publicado para cada concessionária.

Os pedágios paulistas sofreram o último reajuste há dois anos, já que, em 2013, pressionado pelas manifestações populares, o governo acabou não concedendo o aumento. Para chegar a índices abaixo da inflação no reajuste, a administração estadual tomou algumas medidas como cobrar o pedágio do eixo suspenso dos caminhões e negociar com as concessionárias mais antigas a alteração do índice contratual IGP-M para o IPC-A.

Novos preços nas praças de cobrança

Um dos pedágios mais representativos do Estado (e mais caros também) é o da descida da Serra do Mar, no Sistema Anchieta-Imigrantes, administrado pela concessionária Ecovias. Nas praças destas vias, a cobrança por eixo passa de R$ 21,20 para R$ 22,00. Sem a negociação da Artesp, o pedágio ficaria em R$ 24,20, segundo o governo.

Algumas praças de cobrança não sofrem reajuste, como é o caso das cabines de Diadema e Eldorado, no ABC Paulista, na Rodovia dos Imigrantes.

Confira na tabela os índices de reajuste 2014 em todas as 19 concessionárias de rodovias paulistas:

O Portal Transporta Brasil pesquisou e preparou um guia completo com todas as tarifas atualizadas de pedágio no Estado de São Paulo. 

Fonte: Transporta Brasil