Blog

Veja 8 dicas para dar personalidade ao apartamento alugado

Quem disse que casa ou apartamento alugado tem que ser sem graça e sem personalidade? É possível chamar o local de “lar, doce lar”. É claro que a solução não é gastar muito em reformas permitidas pelo proprietário e nem em móveis planejados, já que o valor investido não terá retorno. Algumas medidas econômicas e práticas bastam para incrementar os ambientes e disfarçar incômodos. Confira as dicas do arquiteto Rodrigo Martins, coordenador de criação da AH! SIM, e da arquiteta Mariana Klumb, da Formalis Arquitetura.

Aposte em tapetes

O piso é um dos recordistas de críticas em apartamentos alugados por serem antigos, estarem trincados ou riscados. A sugestão da arquiteta Mariana é usar tapetes que cubram o que não agrada, já que podem ser aproveitados na futura casa. “Uma possibilidade são os pisos de madeira flutuante, que são colocados por encaixe e pressão. No futuro, se precisar voltar ao piso original, é só soltar o piso flutuante, que, se bem retirado, pode até ser reaproveitado no próximo imóvel”, acrescentou o arquiteto Martins.

O chão da sala de TV, assinada pela arquiteta Patrícia Duarte, é coberto por tapete peludo cinza, que compõe com o restante do ambiente de cores predominantemente neutras.

1

Renove as paredes com tinta ou papel de parede

A arquiteta Mariana acha mais prático preferir a tinta. “Se você optar por colocar papel de parede, vai ter o custo dobrado, pois será cobrada a retirada do papel, às vezes é preciso lixar e passar uma massa, por causa da cola, e depois pintar. Portanto, o melhor seria somente escolher uma cor de tinta”, explicou a profissional.

Martins lembra que também é possível fazer uma grande composição de quadros e objetos na parede, que disfarçaria a cor que não agrada tanto.

A parede azul, no ambiente projetado pela arquiteta Andréia Médice, dá vida ao ambiente e compõe com a prateleira de tom semelhante.

2Use adesivos nos azulejos

O azulejo da cozinha lhe incomoda? Calma, é possível mudar o ambiente de maneira simples e barata. Aposte em adesivos de vinil. A aplicação é simples e você mesmo pode fazer. É possível ainda apostar em estampas divertidas com toque retrô e de aspecto moderno. “Pintar os azulejos com tinta epóxi pode ser uma possibilidade, mas mais custosa e trabalhosa. Uma opção, caso o azulejo seja de cor lisa, é renovar o rejunte, aplicando um com cor”, comentou o arquiteto Martins.

Na cozinha proposta pela designer de interiores Cibele Petrangelo, o destaque é do adesivo na parede com estampa de morango.

3Compre móveis de tamanho padrão

Gastar com móveis planejados ou sob medida definitivamente não é um bom negócio para casas alugadas, já que depois podem não se adequar ao tamanho da futura casa ou requerer peças complementares para tornar possível essa adaptação, o que significa mais gastos. Aposte em mobiliário com medida padrão.

“Se o apartamento atual for muito grande, pense com cuidado na hora de comprar um grande sofá ou com medidas fora do padrão. Avalie se, no futuro, continuará num apartamento grande ou o sofá grande de hoje virará um problema amanhã. Para evitar que os móveis fiquem pequenos ao espaço, complemente com peças soltas, poltronas, cadeiras e bancos. Se o apartamento atual for pequeno e a tendência é mudar para um apartamento maior, pense em aproveitar os móveis menores e compor com novos móveis”, ensinou o arquiteto Martins.

No ambiente da foto, o aparador listrado confere charme e ainda pode ser transportado com facilidade para outro ambiente ou casa. O projeto é da designer de interiores Maximira Durigan.

4Aposte em objetos de personalidade

Engana-se quem pensa que casa alugada não pode ter a cara do morador. Pode, sim. Compre itens decorativos coloridos, com design diferenciado, estampados, do jeito que gosta. Vale algo adquirido em uma viagem, garimpado na casa da avó, comprado em uma feirinha de artesanato ou antiguidades. Não precisa de muita coisa, já que poucas peças estilosas e que avivem a memória têm o poder de renovar o ambiente. Pode ser vaso, quadro, luminária de piso, almofada. A boa notícia é que, ao mudar de casa, tudo pode fazer parte da nova decoração.

No ambiente da foto, proposto pelo arquiteto Marcos Biarari e pelo designer de interiores Marcio Rodrigues, a composição de quadros chama atenção, assim como as almofadas coloridas.

5Use fita adesiva e espelho apoiado

Para evitar furos nas paredes, há fitas adesivas dupla face e suportes que fixam com adesivo para dispor quadros e espelhos. “Mas precisa comprar a fita certa de acordo com o peso do objeto para evitar que caia”, lembrou a arquiteta Mariana. Outra sugestão é usar espelho apoiado na parede em vez de colado e suportes de banheiro e cozinha presos por meio de ventosas.

O quarto do foto, da arquiteta Elaine Ramos com itens da Quartos & Etc, conta com espelho de moldura preta encostado na parede, o que evita furos e ainda confere charme.

6Aproveite ao máximo o que o proprietário deixar

Economize seu dinheiro aproveitando o que estiver no imóvel. Não gosta do sofá? Que tal cobri-lo com uma capa ou usar uma manta sobre ele? O móvel com prateleiras está feio? Forre-o com papel de presente na estampa que preferir. Não faça nada que possa modificar permanentemente os objetos, já que o proprietário pode não permitir.

7Invista em plantas

Plantas são sempre bem-vindas na decoração. Conferem tranquilidade e frescor, além de emprestar aos ambientes a beleza das cores e dos formatos de suas folhas e flores. Na hora de escolher um exemplar, pesquise se consegue sobreviver nas condições que oferece (temperatura e luminosidade). E não se esqueça de que pede cuidados de manutenção, como regar com a frequência ideal.

Os vasos com folhagens e flores deram vida ao ambiente proposto pela dupla Marcos Biarari e Marcio Rodrigues.

8

Fonte: Vida e Estilo